PRF em Ação

PRF em Ação (369)

Segmentos e Temas:

Agentes Federais da PRF em Mato Grosso recuperam 5 veículos em um final de semana

Agentes Federais da PRF em Mato Grosso recuperam 5 veículos em um final de semana (0)

O final de semana foi agitado para a PRF em Mato Grosso, com excelentes ações das equipes no estado, resultando na recuperação de 5 veículos.  

Na sexta-feira (09) em Pontes e Lacerda/MT, por volta das 19 horas, a equipe da PRF abordou uma caminhonete Chevrolet/S10 Ltz, e logo percebeu que a placa ostentada retornava a um veículo diferente.

O condutor, homem de 23 anos, quando desceu do veículo, demonstrou atitudes evasivas, não atendendo às ordens dos policiais e apresentando movimentação em direção ao matagal que margeava a rodovia, atitude essa que aumentava ainda mais as suspeitas em relação ao ilícito.

Após análise, foi possível identificar a verdadeira placa da caminhonete, que possuía queixa de roubo na cidade de Várzea Grande/MT.

Poucos minutos depois de realizar a prisão do condutor da Chevrolet/S10 Ltz, outro veículo, um Ford/F4000 G, cor branca, parou à aproximadamente 50 metros da equipe, momento em que 2 elementos que ocupavam a F4000 abandonaram o veículo e se evadiram para o matagal. A equipe realizou buscas na região, mas eles não foram localizados. Em verificação dos elementos identificadores, foi possível constatar que o veículo possuía registro de ocorrência de furto em Várzea Grande/MT.

Em Rondonópolis/MT no Domingo (11), por volta das 15 hs, um veículo Fiat/Pálio, conduzido por uma mulher de 28 anos, foi abordado e já na sequência a equipe identificou indícios de adulteração, em análise, foi possível identificar que se tratava de um carro com ocorrência de Roubo/Furto, no município de Goiânia/GO, em 2009.

A condutora alegou que comprou o veículo há uma semana de seu ex-cunhado em Rondonópolis/MT e desconhecia tal fato.

Já em Primavera do Leste/MT, no domingo (11), por volta das 13 hs,  a  equipe foi acionada pela Polícia Militar sobre um acidente no km 157 da BR 070, no município de General Carneiro/MT. Um usuário da via teria relatado aos PMs, que o condutor do veículo acidentado (uma caminhonete S10 branca teria capotado no km 157) recusou atendimento e se desesperou quando foi informado que a PRF havia sido acionada, o que levantou a suspeita de alguma atividade ilícita dos envolvidos. O usuário relatou ainda aos PMs que um segundo veículo, FIAT/Toro, cor branca, teria dado carona ao condutor do veículo acidentado, com destino a Primavera do Leste/MT.

Os PRFs que se deslocavam para verificar o acidente interceptaram o veículo FIAT/Toro no km 267 da BR 070. A caminhonete era conduzida por um homem de 29 anos, que relatou aos policiais que foi realizar serviços elétricos na cidade de Barra do Garças/MT e que estava retornado com o veículo de um amigo para a cidade de Cuiabá/MT, ele apresentou nervosismo, e contava diversas versões diferentes sobre o motivo de ter ido a cidade de Barra do Garças/MT e sobre a propriedade do veículo, diante das contradições dele, a equipe realizou uma primeira identificação veicular no local que já encontrou diversos indícios de adulteração do veicular.

O referido condutor admitiu posteriormente que se tratava de um veículo adulterado e que receberia certa quantia para realizar o transporte do veículo da cidade de Barra do Garças/MT até Cuiabá/MT, também disse que o condutor do veículo S10, que se acidentou, estaria próximo a uma lanchonete que fica no km 256 da BR 070;  ao chegar no local procurando o condutor, um indivíduo (homem de 29 anos)  ao ver a equipe PRF correu em direção a uma parte lindeira da rodovia com vegetação elevada, ficando lá deitado em silêncio, tentando ficar escondido, porém os policiais o encontraram.

Esse condutor também admitiu que receberia certa quantia para realizar o transporte da S10 da cidade de Barra do Garças/MT até o município de Cuiabá/MT.

Todas as ocorrências foram encaminhadas para a Polícia Judiciária de suas respectivas cidades.

 

Fonte: SECOM-PRF/MT

Ver itens ...

 

O site MetSul Meteorologia alertou na tarde desta quinta-feira (23/5) sobre possível "colapso" em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, devido ao retorno de fortes chuvas nesta madrugada. Além disso, eles acreditam que a régua do governo estadual e federal para medir o Guaíba não está correta.

Sobre o alto volume de chuvas, eles enumeram os pontos críticos na capital gaúcha que podem levar a cenário preocupante. "Um, o Guaíba segue acima do nível de transbordamento com marcas ao redor de 3,20 m na régua da TideSat no Cais do Centro. Dois, com a cheia, a rede de macrodrenagem está tomada de água em bairros perto do Guaíba e ainda com muito lixo, sendo incapaz de absorver a água da chuva e refluindo o Guaíba em alguns pontos. Há ainda casas de bombas sem funcionar ou com limitações. Terceiro, a chuva em apenas 12 horas atinge volume equivalente à média de todo o mês com mais de 100 mm (cem litros de água por metro quadrado)", diz texto.

"O somatório de fatores forma um desastre dentro do desastre. E amanhã ainda haverá chuva, menos volumosa do que hoje, mas com alta do Guaíba pelo forte vento Sul. Em alguns bairros da cidade que já tinham secado, a água volta a subir, como Meninos Deus, Praia de Belas e na Cidade Baixa. Os acumulados de chuva nas estações do Instituto Nacional de Meteorologia, até o começo da tarde desta quinta-feira, eram de 104 mm em Belém Novo e 80 mm no Jardim Botânico. Na estação da Tidesat, que apresenta números perto da realidade do que observa no Cais Central da Mauá, local de referência para cheias em Porto Alegre, indicava 3,21 metros no começo da tarde de hoje", acrescenta a nota meteorológica. 

Régua do Guaíba com problemas

O MetSul também afirma que o nível do Guaíba está abaixo do que está sendo informado pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre. 

"O nível do Guaíba está abaixo dos valores informados pela régua eletrônica emergencialmente instalada pelas autoridades (após danos na régua do cais C6) para a leitura dos níveis e cujos dados têm sido usados por nós, pela imprensa e vários órgãos oficiais", inicia o texto.

"Desde segunda-feira, quando a Prefeitura de Porto Alegre abriu comportas e o nível informado pela régua estava em 4,20 metros, naquela tarde passamos a ter dúvidas sobre os dados, uma vez que água saía e não entrava pelo muro, mesmo com cota mais de um metro acima do nível de inundação. Hoje cedo, com o recuo das águas, foi possível ter acesso ao pórtico central do Cais Mauá", explicam os meteorologistas.

"O nível do piso do cais é de 3,00 metros naquele ponto a cota de transbordamento, e existe um degrau com cerca de 20 cm a 30 cm. A água não alcançava o topo do degrau e atingia apenas a altura da canela das pessoas caminhando no local. Ou seja, pelas imagens é evidente que o nível não está perto de 4 metros, como indicado pela régua eletrônica nesta manhã", acrescentam. 

 

A Nova Rota do Oeste, empresa sob o controle do Governo do Estado de Mato Grosso, anuncia nesta sexta-feira (24.05.2024) o início da obra de duplicação em um dos pontos mais icônicos do trecho sob concessão, a rodovia dos Imigrantes (BR-070) – que contorna Cuiabá e Várzea Grande.

 

Na manhã de ontem, a Polícia Rodoviária Federal realizou uma importante apreensão de drogas na BR 070, nas proximidades do quilômetro 283.

 

Colecionadores de Armas, Atiradores e Caçadores (CACs) se tornaram fornecedores de armas e munições para facções criminosas no país, segundo investigações da PF e do MP de São Paulo e da Bahia.

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (23), a 27ª fase da Operação Lesa Pátria, com o objetivo de identificar pessoas que financiaram e fomentaram os fatos ocorridos em 8/1/2023, em Brasília.

 

A Procuradoria-Geral da República denunciou os irmãos Chiquinho Brazão, deputado federal, e Domingos Brazão, conselheiro do TCE-RJ, e o ex-chefe da Polícia Civil, Rivaldo Barbosa, sob acusação de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSol-RJ) e do motorista Anderson Gomes.

 

Morreu na madrugada deste domingo (12) a deputada federal Amália Barros (PL-MT), vice-presidente do PL Mulher e uma das aliadas da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro.

 

No dia 7 de maio de 2024, por volta das 18:00, no quilômetro 211 da BR 364, no município de Rondonópolis - MT, os policiais realizavam fiscalização em coletivos de transporte interestadual de passageiros, com o auxílio do nosso cão farejador.

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) julgou inconstitucional o limite de 10% de mulheres na Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). O julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7.433 foi concluído na noite desta segunda-feira (6/5), com o voto dos 11 ministros da Corte.

 

O plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (7/5), por votação simbólica — quando não há registro formal dos votos —, o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) que decreta estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul até 31 de dezembro deste ano (236/2024). A medida foi a saída que o governo encontrou para agir com rapidez ante o pior desastre natural que já atingiu o estado. O PDL foi relatado na Casa Alta pelo gaúcho Paulo Paim (PT) e agora será promulgado.

Facebook

Localização

Contato

SINPRFMT
Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado Mato Grosso
Rua Major Gama, 921 
Centro Sul
Cuiabá - Mato Grosso
Cep. 78.020-170
Telefone: (65) 3023-4560
WhatsApp: (65) 99953-7349

E-mail: 
secretaria@sinprfmt.com.br